terça-feira, 5 de março de 2013



Moção de confiança do PSD "quer fazer da raposa a guardiã do galinheiro"


O líder parlamentar do PS-M, Carlos Pereira, defendeu hoje que a moção de confiança do PSD "quer fazer da raposa definitivamente a guardiã do galinheiro" e que o Executivo regional não deve ficar impune.
Carlos Pereira disse que o PSD-M quer pedir a confiança de um grupo parlamentar que "já não confia entre si". "É obviamente um sinal de fraqueza, um sinal de medo, um sinal de fragilidade deste Governo Regional", defendeu, apontando que o PSD não vai pedir, como em 2007, eleições antecipadas por estar com medo de perder num novo acto eleitoral.
O líder do grupo parlamentar socialista disse também que, a cada dia que passa, depois da alegada acusação de todo o Executivo regional devido à dívida oculta, "a Madeira afunda mais um bocadinho". "A cada dia que passa, temos um Governo de suspeitos, que está fortemente empenhado e concentrado em obviamente esconder provas e manipular provas dos últimos anos da sua prevaricação, do qual são suspeitos, em vez de estar a assegurar soluções e propostas para o futuro da Madeira", salientou, frisando que se trata de uma situação de "enorme gravidade" e que o Governo não pode continuar impune e deve ser afastado.
Fonte: DN Madeira

Sem comentários: